Descubra os primeiros passos para legalizar uma empresa

Não legalizar uma empresa pode pesar muito no bolso do empreendedor. Perder benefícios fiscais, pagar multas exorbitantes e ainda correr o risco de ter o patrimônio desprotegido são algumas das desvantagens que podem comprometer o bom funcionamento do negócio.

Além disso, vale reforçar que essa tarefa não é uma opção, mas uma obrigação. Para facilitar esse processo, elaboramos um passo a passo para você não se perder pelo caminho. Boa leitura!

Faça um bom planejamento e uma pesquisa de mercado

Há quem pule essa importante etapa, mas uma boa pesquisa de mercado é um diferencial para quem está abrindo uma empresa. Por meio dela é possível saber se o negócio é viável e compreender se o investimento realmente vale a pena.

Um bom planejamento auxilia o gestor a tomar decisões mais seguras, sem chutes ou previsões fora do contexto no qual o empreendimento está inserido. O grande erro da maioria dos negócios é subestimar a importância da pesquisa de mercado.

O desconhecimento sobre a concorrência, a demanda, o produto, o perfil dos consumidores, entre outros aspectos, colabora para diversos resultados negativos. Por isso, no processo inicial de legalizar uma empresa, o planejamento e a pesquisa de mercado se tornam essenciais para o sucesso dos negócios.

Fique atento ao planejamento financeiro

O planejamento financeiro é o guia que indicará quanto deve ser investido na empresa. Não é incomum que empreendedores se deparem com custos durante o processo de legalização da empresa e não tenham recursos suficientes para cobrir as despesas.

Por isso, elaborar um planejamento financeiro bem estruturado e desenvolver planos de ação que possam deslanchar o negócio é primordial logo de início. Essa etapa garante que o empreendedor conheça claramente o quanto pretende investir, faturar e lucrar, podendo assim planejar a forma como vai utilizar os recursos disponíveis e lidar com eventuais problemas de caixa.

Consulte a viabilidade do nome empresarial

Ao abrir uma empresa, é preciso saber se há outras constituídas com o mesmo nome empresarial. A consulta de viabilidade possibilita conhecer antecipadamente se existem outros registros idênticos ou semelhantes ao nome empresarial que se pretende utilizar. Em casos de alteração do nome empresarial, a consulta de viabilidade é fundamental. Isso evita problemas futuros e discussões judiciais.

Registre a empresa na Junta Comercial

O registro na Junta Comercial é o atestado de que a empresa existe, e é com ele que o negócio oficialmente entra no mercado. Isso não significa que ela necessariamente inicia suas atividades, já que outros documentos precisam ser emitidos.

Além disso, é a partir do registro na Junta Comercial e da apresentação do Contrato Social e de outros documentos pessoais dos sócios que a empresa recebe o NIRE (Número de Identificação de Registro de Empresa) e pode obter seu CNPJ.

Solicite o CNPJ da empresa

Com o NIRE em mãos, a empresa já está apta a solicitar o CNPJ. O empreendedor pode realizar todo o procedimento diretamente pelo site da Receita Federal, clicando em Solicitar CNPJ. Após isso, é preciso baixar o programa indicado e informar dados pessoais e empresariais, incluindo o NIRE.

Depois de fornecer essas informações, o programa enquadrará a empresa no tipo de categoria e no plano específico da atividade que deseja exercer. Ao realizar todos os procedimentos corretamente, a empresa é identificada como contribuinte e deve pagar os tributos devidos para estar legalmente constituída.

Fique atento às licenças e ao aparato fiscal

O alvará de funcionamento é o documento fornecido pela prefeitura do local onde a empresa está sediada para o início das suas atividades. Para isso, o empreendedor deve levar o CNPJ até a prefeitura da sua cidade e requerer a licença.

Outro importante passo que deve ser verificado é o aparato fiscal para legalizar uma empresa perante os órgãos fiscalizadores. Ou seja, o empreendedor deve ficar atento aos tributos que incidem sobre seu negócio, bem como aos detalhes e prazos, a fim de não ter problemas com o Fisco.

Legalizar uma empresa pode representar um custo no início das atividades. Mas, no longo prazo, os benefícios são inúmeros e o empreendedor só tem a ganhar.

Agora que você já está por dentro da importância de manter uma empresa dentro da lei, compartilhe este conteúdo com seus amigos nas redes sociais!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.