Descubra 4 benefícios da nota fiscal eletrônica

A nota fiscal é um importante documento para registro das transações comerciais. É com ela que se comprova a legalidade das vendas e realiza-se a contribuição para o fisco, por exemplo. A partir de 2006, esse documento ganhou sua versão digital com a implementação da nota fiscal eletrônica (NF-e).

Você sabe do que se trata a nota fiscal eletrônica e quais benefícios específicos ela traz para o comércio? Neste post, vamos apresentar o que é esse documento, como ele funciona e quais são os benefícios para uma empresa. Vamos lá?

O que é nota fiscal eletrônica?

A nota fiscal tradicional é um documento que deve ser emitido, obrigatoriamente, em todos os tipos de venda de produtos ou serviços. Trata-se de um recibo fiscal que registra a transação comercial, seja de vendas, transferência de propriedade de bem ou atividade.

A nota fiscal eletrônica é a versão digital do documento. Ela foi implementada em 2006 e serve para formalizar vendas realizadas tanto em ambiente físico quanto digital.

Como a nota fiscal eletrônica é emitida?

Para emitir a nota fiscal eletrônica, é preciso ter um software emissor de nota fiscal. Geralmente, elas são enviadas por e-mail para o comprador. Quando a compra ocorre no meio virtual, um documento chamado Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica (DANFe) acompanha o produto até a sua entrega.

Caso o emissor não envie a nota fiscal eletrônica para o consumidor, o documento pode ser consultado online no Portal da Nota Fiscal Eletrônica.

Existe apenas um tipo de nota fiscal eletrônica?

Não! No Brasil existem inúmeros tipos de notas fiscais. As três mais conhecidas são:

  • Nota fiscal de produto (NF-e): conhecida também como nota de mercadoria ou de venda, este tipo de NF-e é emitido em vendas de produtos físicos feitas em e-commerces ou lojas físicas;
  • Nota fiscal de serviço (NFS-e): usada na prestação de serviços de naturezas diversas. Alguns exemplos são: serviços médicos, de ensino e educação, estética e serviços de consultoria;
  • Nota fiscal de consumidor (NFC-e): um modelo ainda em estágio de implantação nos estados brasileiros, o uso dessa nota fiscal visa substituir os cupons fiscais.

Quais são os benefícios da nota fiscal eletrônica?

1. Redução no uso de papel

Dentre os benefícios da nota fiscal eletrônica, talvez este seja um dos mais significativos. Ela dispensa completamente o uso de papel e tintas para impressão. Do ponto de vista administrativo, é uma enorme economia. Já quando pensamos em sustentabilidade, é uma ação extremamente benéfica para o meio ambiente.

2. Redução de espaço de armazenamento

Por ser totalmente informatizada — desde sua emissão até seu arquivamento —, a NF-e permite que as empresas economizem aquele espaço que seria utilizado com arquivos. Aqueles “bolos” de notas que precisavam ser guardadas e organizadas em pastas não existe mais!

A NF-e permite que tudo isso seja feito em meio eletrônico, o que facilita e agiliza a localização de notas quando necessário.

3. Diminuição dos erros de digitação

Como a emissão da nota fiscal eletrônica é feita por um software, os antigos erros de digitação nesse documento se tornam quase nulos, o que aumenta a transparência.

O acesso às notas é mais fácil e ágil e exige apenas um computador, acesso à internet, certificado digital e cadastro na Secretaria da Fazenda.

O certificado digital garante validade jurídica para a NF-e ao confirmar a sua autenticidade. Existem diversos órgãos autorizados para atuarem como autoridades certificadoras pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP).

4. Melhorias na cidadania

A chegada da NF-e ajudou a aumentar a fiscalização tributária, um ganho para o Estado e para os cidadãos em geral.

Um exemplo disso é o programa da Nota Fiscal Paulistana, que sorteia prêmios entre consumidores que informam seu CPF ou CNPJ no momento da compra.

A nota fiscal eletrônica facilita a gestão empresarial, permitindo que as empresas tenham planejamentos mais detalhados. Os contadores, por sua vez, se tornaram mais engajados. Além disso, o serviço de fiscalização da Receita Federal se tornou muito mais fácil. O controle das vendas de produtos e serviços está diretamente ligado às notas. Assim, o cruzamento de informações foi simplificado, uma vez que tudo acontece em meio digital.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida? Então deixe o seu comentário e compartilhe com a gente!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.