Como fazer um controle de fluxo de caixa eficiente? Descubra aqui!

O controle do fluxo de caixa é uma importantíssima ferramenta de gestão para um empreendimento. Por meio dele, o gestor consegue mensurar suas necessidades de capital e fazer provisionamentos de receitas para o curto prazo.

Além disso, ele também pode constituir uma obrigação para determinadas empresas que atuam sob alguns regimes de tributação. Pensando na importância do assunto, resolvemos escrever este artigo.

Nele, mostraremos o que é esse controle, como fazê-lo de forma eficiente e a sua importância para as empresas. Acompanhe!

O que é o controle do fluxo de caixa?

O controle do fluxo de caixa é, basicamente, a gestão do movimento de entradas e saídas de recursos em espécie de uma empresa. Em outras palavras, é o registro de tudo o que você recebeu e pagou dentro de um período no seu negócio.

A alimentação dos dados deve ser feita diariamente, cada vez que uma entrada ou saída ocorrer. No entanto, os períodos de análise estão sujeitos a variações, ou seja, podem ser diários, semanais, mensais e anuais.

Algumas empresas, especialmente as que são tributadas pelo regime do Lucro Real ou Presumido, são obrigadas a transmitir a sua Demonstração do Fluxo de Caixa a cada ano, juntamente com seu livro diário e demais demonstrativos. Essa obrigação acessória é originária do controle que estamos discorrendo neste texto.

Como implementar este processo de forma eficiente?

Agora que você já entendeu o conceito e o funcionamento da demonstração do fluxo de caixa, mostraremos algumas dicas para a implementação desse processo em uma empresa. Continue lendo!

Categorize entradas e saídas de recursos

O primeiro passo é incluir cada tipo de lançamento em categorias, separando, portanto, os gastos e recebimentos conforme sua origem. Por exemplo: despesas administrativas, tributos, recebimentos com cartão de crédito etc.

Faça o controle diário

O controle de entradas e saídas deve ser feito diariamente, sem que nenhum único dia fique de fora. Além disso, é essencial que o registro seja feito imediatamente para evitar possíveis esquecimentos.

Utilize a tecnologia

A tecnologia deve estar presente nesse processo. Não há como pensar no controle do fluxo de caixa sem a utilização das ferramentas tecnológicas mais modernas que existem na atualidade.

Registre todas as movimentações da empresa

Um erro muito comum nas empresas é deixar de registrar determinadas movimentações. Por exemplo, muitas pessoas esquecem de escriturar gastos de valores menores acreditando erroneamente que isso não interferirá na mensuração do seu caixa.

Esse é um grande equívoco, pois esses pequenos itens, somados, podem chegar a um valor grande o suficiente para prejudicar o caixa de uma empresa.

Qual é a importância do fluxo de caixa para as empresas?

O controle do fluxo de caixa possibilita que o gestor tenha um melhor controle sobre as suas contas, evitando que a empresa fique sem recursos suficientes para suprir alguma de suas necessidades financeiras.

Ele é capaz de demonstrar pagamentos e recebimentos futuros, bem como a possibilidade de ter que recorrer a recursos externos para operacionalizar o negócio ou, até mesmo, pagar as contas em dia.

Como você pôde perceber, o controle de fluxo de caixa é uma importantíssima ferramenta para a gestão de um empreendimento. Sendo assim, aplique as dicas que você aprendeu neste artigo e comece a implementação deste processo o mais rápido possível.

Gostou destas informações? Então, conte-nos o que achou deste conteúdo deixando o seu comentário neste post. O seu feedback é muito valioso para nossa empresa!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.