5 maiores motivos pelos quais você deve manter seus impostos em dia

Vivemos em tempos de rápidas mudanças, especialmente para pequenas empresas. Os micro e pequenos empresários enfrentam, diariamente, diversos desafios, dentre eles: necessidade de adaptação aos novos canais de marketing, decisão de como investir e utilizar novas tecnologias, como manter sua competitividade e preocupação para manter os impostos em dia.

Essa última é uma dificuldade à parte, pois os pequenos empresários precisam entender como dirigir os seus negócios diante das normas tributárias brasileiras, um tanto complexas e voláteis, e por este motivo, enfrentam problemas para sobreviver à alta carga tributária do nosso país.

Segundo uma pesquisa econômica feita pela Sage (uma gigante britânica em softwares de gestão), se você tem uma pequena empresa no Brasil, paga proporcionalmente mais impostos que os grandes empresários. Mesmo com essas desigualdades, é imprescindível que seu negócio esteja em dia com suas obrigações fiscais. Você sabe por quê? Neste post, vamos ensinar os 5 principais motivos. Confira!

1. Reduzir custos

Ter o maior lucro possível, com o mínimo de custo necessário com produção é o sonho de todo empresário. Sendo assim, você não vai querer pagar taxas de juros e multas por atrasar seus impostos, não é mesmo? Só para exemplificar, o atraso de tributos federais gera multa de mora, a qual é calculada a uma porcentagem diária de 0,33% sobre o valor devido.

Digamos que você tenha de pagar R$ 15.000,00 de IRPJ (Imposto Sobre a Renda das Pessoas Jurídicas); se você atrasar o pagamento deste imposto, sua multa diária será de R$ 49,50. É um valor muito alto, especialmente se considerarmos os demais custos que a empresa tem no dia a dia.

2. Evitar problemas com fiscalização

Sonegar impostos, atrasar por muito tempo o pagamento deles, ocultar patrimônio, entre outras infrações, são atitudes que configuram em não estar em dia com os tributos da sua empresa e qualquer uma delas pode render problemas com a fiscalização.

Entre os problemas que você pode enfrentar, estão ser autuado por meio de multas extremamente altas (de 75% a 225% sobre o imposto devido) e, em caso de sonegação, até mesmo sofrer um processo criminal. E isso está fora de cogitação para qualquer empresa que deseja crescer no mercado.

3. Usufruir de direitos e benefícios

Ter o nome limpo é importantíssimo para tocar uma empresa: você tem crédito para realizar empréstimos e investimentos, além de maior leque de fornecedores ao seu dispor. Além disso, os empresários que honram suas dívidas e tem o nome limpo costumam pagar suas contas sem atraso. Agindo desse modo, eles também podem ter o nome em um banco de dados chamado “Cadastro Positivo”. que é muito útil para o empreendedor conseguir crédito bancário mais facilmente.

4. Participar de licitações

Um dos requisitos para concorrer a uma licitação é sua empresa estar com todos os impostos em situação regular. Imagina se surge “aquela oportunidade” de serviço bastante rentável para um órgão governamental, mas seus impostos estão todos atrasados! Seria bem frustrante, concorda?

5. Ter mais foco nos negócios

Tanto para um empresário quanto para qualquer ser humano, não há nada que mais tire seu sono do que se preocupar com dívidas. É um tormento capaz de desestabilizar até o gestor mais concentrado nos negócios. Por essa perspectiva, estar em dia com os tributos da empresa é garantir que toda sua atenção esteja voltada para a gestão do seu negócio.

Além disso, você não perde tempo com cálculos de juros e multas, ou com visitas ao contador para resolver o que poderia ter sido evitado. Para estar quite com suas obrigações tributárias é imprescindível contar com a ajuda de um contador de confiança. Ele ajudará com questões burocráticas e com consultorias, além de passar orientações quanto a:

  • confecção de uma agenda com datas de contribuição;
  • procedimentos em caso de pendências;
  • intervenção para evitar o pagamento de impostos indevidos.

Apesar desse papel do contador, é de responsabilidade do pequeno empresário acompanhar o trabalho desse profissional. Além disso, ele emite as guias para que o empresário pague os impostos em dia, mas não vai até o banco fazer o pagamento por você.

Como você viu, tivemos algumas contas neste post. Se você gostou, descubra também como calcular hora extra!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.